quarta-feira, 10 de junho de 2009

Onde está a poesia?
A poesia das coisas, onde está?
Dizem que está na rua,
nos olhos de quem lê...
Ou está em festa... Será? Desconfio...
Nas areias finas
que escorrem entre os dedos,
Dentro de nós,
em cada palavra carregada de sentimentos
Em mim, em ti,
Em toda a parte
Nas pessoas, nos sorrisos,
nas folhas que caem em tardes de outono
nas ondas
nos ventos
nos cabelos
A poesia está aqui, está no ar,
Esta na escola. !?!?
A poesia não está no papel?
Está morrendo?
Está na música
Está na alma
está perdida
Está em algum lugar....
Clarear

"Duermen en mi jardin
las blancas azucenas, los nardos y las rosas,
Mi alma muuuuy triste y pesarosa
a las flores quiere ocultar su amargo dolor".

Rafael Hernandez / Ibrahim Ferrer (Buena Vista)

Nenhum comentário:

Postar um comentário