domingo, 28 de junho de 2009

Edgar Allan Poe

(...) Não fui, na infância, como os outros

e nunca vi como outros viam.

Minhas paixões eu não podia

tirar de fonte igual à deles;

e era outra a origem da tristeza,

e era outro o canto, que acordava

o coração para a alegria. (...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário