sábado, 30 de dezembro de 2017

.. nós somos feitos de silêncio e som...

e você insiste em mostrar que você ainda está aqui...

para você
todo o meu silêncio....

claro que penso em você
mais do que gostaria
mais do que deveria
sei que há alguma coisa aqui
e tento fugir
e esquecer
mas você... insiste em aparecer em meus pensamentos...
"Não se afobe não que nada é pra já..."

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

será daqueles momentos
que tudo mais inexiste
só nois dois ali
será....
e mais nada...
divisor de águas/
Clara
é o nome de Meryl Streep no filme A Casa dos Espíritos
já havia visto este filme muitas vezes...
nos anos 90... pelo menos duas vezes
depois..mais duas... três vezes
até que a lembrança deste nome se juntou a Clareana
música de Joyce
e em 2004
nasceu a minha Clara
filha da História
da Revolução
do Amor
da Esperança
das rupturas
mas ainda mais das Certezas
de que o Amor
é sempre mais Forte!!!
Minha Clara...

quem é você?
...
uma tarde
decisões já tomadas
e não tomadas
tudo confuso
mas ao mesmo tempo tão certo
e tudo tão incerto
desde o momento em que você chegou...

sábado, 25 de novembro de 2017

linha tênue entre o não sentir
o não falar
o não saber 
o fingir que não sabe
uma linha a ser escrita
e quem sabe você estaria nela...
eu finjo ter paciência...
essa loucura toda
qual é a minha?
a vida não para..
e eu me alegro com coisas...
pequenas
e que valem a pena
uma mensagem de quem tem tempo para perceber
e saber que a vida é rara...
filmes que eu veria de novo agora pela décima, centésima vez...

ah.. eu veria

1. Antes do Por do Sol
principalmente a cena final

2. Quase famosos
inteiro, de traz pra frente e de frente pra traz...

3. Encontros e desencontros de Sophia Coppola
também de traz pra frente e de frente pra traz...

todos os três na verdade   
penso em tantas coisas
no ócio
no tédio
no trabalho
nos amigos
amigos, e amigos
no outono
em Gerais
Minas Gerais
nas montanhas
nas palavras que digo
nas que não digo
na música
na História
na noite
e nas estrelas 



Nunca me senti só. Durante um tempo fiquei numa casa, deprimido, com vontade de me suicidar, mas nunca pensei que uma pessoa podia entrar na casa e curar-me. Nem várias pessoas. A solidão não é coisa que me incomoda porque sempre tive esse terrível desejo de estar só. Sinto solidão quando estou numa festa ou num estádio cheio de gente. Cito uma frase de Ibsen: ‘Os homens mais fortes são os mais solitários’. Viu como pensa a maioria: ‘Pessoal, é noite de sexta, o que vamos fazer? Ficar aqui sentados?’. Eu respondo sim porque não tem nada lá fora.  Charles Bukowski

domingo, 17 de setembro de 2017

Minha estação preferida? Outono
Minha música favorita: A Foça do Vento (Lo Borges)
Minha cor favorita: Vermelho
Meu livro favorito: Carlos Drummond der Andrade: A Rosa do Povo
Filme Favorito: são tantos.. mas pode colocar "Encontros e Desencontros" de Sofia Coppola
Esportes favorito que raramente consigo fazer: Natação e Yoga
Perfume favorito: Acqua di Gio
Série Favorita: The Good Wife (só achei o último episódio nada a ver.... decepcionante... todo o resto é bom...)
Minha comida favorita: ... gosto de comer e beber..  e quando está ligada à memórias boas então...: Jabuticaba; lasanha; café; cuzcuz marroquino; peixe (Anchova); queijo; chocolate...
Outras coisas... livres e soltas?

Tiradenters em Minas Gerais...
Cosme Velho no Rio de Janeiro...
Ipanema por Ipanema...
Ouro Preto por Ouro Preto e qualquer rua e viela em que você se perder...
O cinema da  rua nossa senhora de Copacabana
O café na Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana
A pedra do Arpoardor
a praia do Arpoador
A Livraria Martins Fontes da Paulista
Livro infantil preferido: O homem que amava caixas
Cinema de SP? Cinema da Fradique Coutinho... Cinesala

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Encontros e desencontros.... 

sexta-feira, 16 de junho de 2017

se tem UMA pessoa
que vai ler e entender e
perder o sono
com essas entrelinhas
é você!!!

Caetano Veloso Cucurrucucu Paloma Hable Con Ella

u



amo que nem  sei explicar...

tempo

saudade

quanto mais palavras

mais estraga

melhor ficar no silêncio...


(...)
Ah! Mainha, deixa o ciúme chegar
Deixa o ciúme passar e sigamos juntos
Ah! Neguinha, deixa eu gostar de você
Pra lá do meu coração
Não me diga nunca não (...)




Eu ainda lembro(Eu ainda lembro)

O dia em que eu te encontrei.

Eu ainda lembro(Eu ainda lembro)

Como era facil viver.
(Fernanda Abreu)

Isso...



Socorro, alguém me dê um coração

Que esse já não bate nem apanha

Por favor!

Uma emoção pequena, qualquer coisa!
eu nem vejo a hora de te dizer aquilo tudo que eu decorei...

...
e por aí vai...

domingo, 4 de junho de 2017



Olhos fechados

Pra te encontrar

Não estou ao seu lado

Mas posso sonhar




Aonde quer que eu vá

Levo você no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá (...)

sábado, 21 de janeiro de 2017

Dezembro..
Intensidade
Janeiro
Palavras...
Uma marca...
um "ainda estou aqui"...
um larga... não larga...
quero... quero sim...
quero!
Penso...
Logo existo...rs


Chuva
Pink Floyd
Vinho
Sábado...