sábado, 20 de junho de 2009

Enche, pois, de palavras minha loucura
ou deixa-me viver em minha serena
noite da alma para sempre escura.

Federico Garcia Lorca

Nenhum comentário:

Postar um comentário