domingo, 28 de junho de 2009

Hoje a poesia tomou conta de tudo
de mim, do silêncio, do branco na tela
a poesia que dormia
agora grita

Nenhum comentário:

Postar um comentário