quinta-feira, 8 de outubro de 2009

o amor é urgente. mas também é urgente esquecer. é urgente adormecer e acordar sem nenhum lamento. esquecer o ódio, a mágoa, a solidão, esquecer a dor, o sonho e os pesadelos também. ver o mar, as estrelas, caminhar. ler, fechar os olhos e recomeçar. partir para aquilo que já está traçado e que o passado não deixava acontecer. ver o mundo que se abre, destruir certas palavras carregadas de ódio, incertezas, crueldades... multiplicar a vida, ouvir palavras doces, ler muito Guimarães Rosa, ouvir música clássica, ver o pôr do sol. viver é urgente, respirar, ver a beleza que se esconde por trás de tantos silêncios...

Nenhum comentário:

Postar um comentário