quarta-feira, 13 de maio de 2009

"Onde queres revólver, sou coqueiro
E onde queres dinheiro, sou paixão
Onde queres descanso, sou desejo
E onde sou só desejo, queres não
E onde não queres nada, nada falta
E onde voas bem alta, eu sou o chão
E onde pisas o chão, minha alma salta
E ganha liberdade na amplidão"
(...)
Caetano Veloso

3 comentários:

  1. Engraçado! eu estava cantando essa música quando abri seu blog.

    ResponderExcluir
  2. qual é a antitese que existe entre revolver e coqueiro??? n encontro...

    ResponderExcluir
  3. OLha, essa letra é do Caetano Veloso, não é minha, gosto muito da música e acho que letra de música é como qualquer outra arte, cada um tem uma leitura pessoal, o Caetano além de músico é poeta então existe o sentimento dele, de poeta, de músico e de quem lê, que faz uma leitura muito pessoal... mas fora isso existe uma dissertação de mestrado da Federal do Rio Grande do Sul, sobre a letra dessa música, vale a pena dar uma olhada, segue a referência da página na internet:http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/12101/000619420.pdf?sequence=1
    Tem uma função melódica musical, um efeito... dá uma lida na dissertação. O autor é Leandro Ernesto Maia.Quereres de Caetano Veloso, da canção a canção.

    ResponderExcluir