quarta-feira, 6 de maio de 2009

Estranhamento...

Hoje eu saí da aula pensando no poema de Brecht, em como ele faz sentido....

Estranhem o que não for estranho.
Tomem por inexplicável o habitual.
Sintam-se perplexos ante o cotidiano.
Tratem de achar um remédio para o abuso.
Mas não se esqueçam
de que o abuso é sempre a regra.

(Bertolt Brecht)

O que não faz sentido é num lugar como aquele em que eu estava agora à pouco... tantas pessoas acharem "normal" deixar tudo como está!
Mas mais uma vez vem a atualidade deste poema...
Essa permanência é um abuso....
e Brecht já avisava "de que o abuso é sempre a regra"... mesmo lá....  

Nenhum comentário:

Postar um comentário