quinta-feira, 27 de março de 2008

Se você soubesse

Se você soubesse
que nada é assim tão pequeno...
que o seu olhar não te deixa ver
que a sua dor não te deixa seguir
que o seu eu
fala quando devia se calar
e apenas sentir

você não sente
e se não sente não vê...

as pessoas
os movimentos
as cores
os olhares
o passado no presente
o presente no futuro
o cheiro
a poeira
mais pessoas
e mais olhares

o calor
mesmo sem tocar

a voz
mesmo estando distante
a dúvida
o medo
o igual e ao mesmo tempo diferente

as rupturas e os segredos
arriscar?
ou perder!!!

Clarear

Nenhum comentário:

Postar um comentário