quinta-feira, 10 de abril de 2008

Hoje...

Já não me dói...
Já é indifernete
Já olho e esqueço
durmo e amanheço

Te vejo
sem prazer nem razão
e fecho pra ti meu coração!

Clarear

Nenhum comentário:

Postar um comentário