segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Indiferente?

Não dá pra negar que o tempo muda tudo, até mesmo aquele sentimento que você achava que estava tão enraizado e que ia doer pra sempre.... permanente mesmo, só a mudança! Muitos outros sentimentos surgem e tomam lugar num universo totalmente novo e livre! Sentimentos que não precisam durar uma vida inteira, que podem ir e vir, que podem ficar... que podem fazer sorrir, sentir, que podem libertar, que podem adormecer e acordar, que podem apenas mostrar que a vida é feita de desafios, que ficar parado, que querer sempre o equilíbrio de tudo, é doença, é medo, é falta de coragem de seguir em frente. Repetição de erros é paranóia... repetição de acusações, de palavras soltas, de tentativas de criar prisões, é medo de assumir que tudo mudou e que não há mais volta. O tempo atropela tudo... não dá pra querer voltar e começar do mesmo ponto em que alguém acha que ali a vida parou. Recomeço.... não é voltar atrás... o nome diz... é um começar de novo, uma nova história, novas possibilidades, novos sentimentos, novos caminhos que se abrem, sem olhar atrás, sem remoer memórias, sem querer machucar por ver que a vida também aconteceu pra quem você deu às costas. A vida aconteceu e continuará acontecendo... "o carro alegre da história" vai continuar seguindo, e vai "atropelar indiferente", todo aquele que a negar.
Clarear 26.02.2008 madrugada

Nenhum comentário:

Postar um comentário