sábado, 23 de fevereiro de 2008


As pessoas constroem suas próprias prisões. Buscam liberdade... mas ao radicalizar nos atos centrados em si mesmos e ignorar que há outros corações pulsando no universo, passam a ver-se cada vez mais afudandados em sua própria lama. As grades vão-se erguendo, tudo vai ficando igual e sem graça e ao buscar respostas, as palavras viram espinhos longos e pontudos que só podem causar dor a quem se aproximar.
A libertação?
Cada um deve buscar a sua... acho eu.
Clarear

Nenhum comentário:

Postar um comentário