terça-feira, 5 de agosto de 2008

Nunca vi tanta poesia em uma pintura como na de Frida... tantos sentimentos, tantos desejos e frustrações... amor e ódio... esperança e medo... superação e força, cores e vida... acima de tudo: vida! Mesmo em meio a tantas dores e tragédias, uma vida que se realiza nas cores, na tela, nas suas mãos... "Quem quer que haja construído um novo céu, só no seu próprio inferno encontrou energia para fazê-lo!" Nietszche

Nenhum comentário:

Postar um comentário