sábado, 2 de agosto de 2008

...

Nada sob controle
e tudo fora de mim
Tudo sem sentido
e você continua aqui
e eu não sei o que te dizer
não sei o que sentir...
não sei mais nada sobre você
nem reconheço o seu passado
do qual faço parte
não reconheço seu rosto
nem mesmo seus olhos
onde eu me via
e me perdia
Eu procuro
Eu busco
mas não te encontro mais
e me perco
tanto em mim mesma
tanto na minha própria vida
que não encontro mais lugar
pra aquilo que foi
e que não sei mais o que será...
e quando você me olha
eu chego a pensar
e a procurar
mais um pouco
mas vem coisas
que eu quero esquecer
e que você finge que nunca aconteceram
como se fosse possível
passar por cima
de restos
dores
lixos
O tempo não parou
e eu não quero mais voltar atrás
hoje meu coração pulsa
vive
e sente o chão, o pó, a chuva, respira, dorme profundamente...
ah...que sono profundo e sereno
e que manhã
cheia de vida e paz
uma paz que não quero que ninguém
nem você
tire de mim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário