quarta-feira, 15 de abril de 2009

De todas as maneiras...

De todas as maneiras que há de amar/Nós já nos amamos/Com todas as palavras feitas pra sangrar/Já nos cortamos/Agora já passa da hora, tá lindo lá fora/Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração/Que ele está apressado/E desanda a bater desvairado/Quando entra o verão/De todas as maneiras que há de amar/Já nos machucamos/Com todas as palavras feitas pra humilhar/Nos afagamos/Agora já passa da hora, tá lindo lá fora/Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração/Que ele está apressado/E desanda a bater desvairado/Quando entra o verão.

Chico Buarque

Nenhum comentário:

Postar um comentário