segunda-feira, 21 de julho de 2008

Um pouco de mim que não nega
e um pouco que esquece
um pouco que chega
e outro pouco que se afasta
medo? talvez....
mas ainda amor...

...

"Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo".

Pablo Neruda


Nenhum comentário:

Postar um comentário