quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Gente da Sicília

Gente da Sicília - Direção de Danièle Huillet e Jean-Marie Straub, 1998. França/Itália/Suécia. Adaptação do romance de Elio Vittorini, Conversas na Sicília. O mais importante no filme, não é a frase, a imagem ou a palavra, mas a própria voz, o ato da conversação. O personagem principal, Silvestro, está voltando à Sicília, reencontra a mãe, redescobre-se siciliano. As conversas giram em torno de memórias, da comida, dos frutos da terra, do pai, do socialismo, do cheiro... são simplesmente conversas, com longas pausas, pausas que convidam à reflexão... não é cinema de entretenimento, é poesia, é a experiência da liberdade, é a voz declamada. "O mundo é lindo". Memória, fantasia, luz, sombra, frio, calor, azeite, queijo, figos bravos, tomates secos ao sol, pão, vinho, calor... Conflito, origem, retorno, fé, "progresso e civilização", raízes, identidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário