terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Solidão acompanhada

Onde você se cala
Eu escuto
Mais do que deveria
Ou poderia
Por que você não continua a caminhar?
Não precisa me avisar, falar daquilo que eu sei que não é real
Que você esconde
Porque tem medo
Sem paciência pra entender
Aquilo que está nas entrelinhas
Prefiro agora não pensar
No abismo que são seus olhos
É melhor ocultar
O que está acima da razão
A condição de não querer
Mas ainda sentir
(O que a razão nega)

Nenhum comentário:

Postar um comentário