quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

"Passamos pelas coisas sem as ver,
gastos, como animais envelhecidos:
se alguém chama por nós não respondemos,
se alguém nos pede amor não estremecemos,
como frutos de sombra sem sabor,
vamos caindo ao chão, apodrecidos".

Eugenio de Andrade


Um comentário:

  1. Passamos pela vida sem senti-la... e quando percebemos já é tarde demais... tarde demais para amar... e tarde demais para esquecer... tarde demais para voltar atrás...

    e então.... caímos no chão, apodrecidos!

    ResponderExcluir