domingo, 11 de dezembro de 2016

e hoje era dia de escrever coisas sérias
e olha só..
eu perdida
nos olhos dele...
naquela voz de menino
por onde naveguei...
nos olhos dele..
naquela coisa confusa e doce
as vezes saio pra pensar nas loucuras de um dia de sol e chuva
e uma outra voz diz que eu tenho todo o tempo pra voar
e que tudo vai dar certo
então as coisas ficam mais leves..
porque eu tenho meu encontro com o mar
mas com as montanhas esse encontro é bem mais forte..
e só quem sabe entende desse corpo de noite de estrelas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário