quarta-feira, 29 de junho de 2011

As palavras saem quase sem querer, Rezam por nós dois. Tome conta do que vai dizer. Elas estão dentro dos meus olhos/ Da minha boca, dos meus ombros/ Se quiser ouvir/ É fácil perceber (...)

Vanessa da Mata

Nenhum comentário:

Postar um comentário