terça-feira, 5 de março de 2013

Por que és assim tão escura, assim tão triste?!
É que, talvez, ó Noite, em ti existe
Uma Saudade igual à que eu contenho!
Florbela Espanca/Len Cowgill

Nenhum comentário:

Postar um comentário