quarta-feira, 26 de maio de 2010

"É em você que eu penso quando fecho os olhos, é sua imagem que não sai da minha cabeça, é essa saudade que me alimenta, é esse desejo que me consome. De repente você chega sem avisar, sem pedir licença, não dá nem tempo de pensar... sua voz, seu rosto, sua boca... você veio ao meu encontro, inteiro, sem solicitações, sem exigências... eu não sei, eu não entendo, mas olho nos teus olhos e continuo..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário