sábado, 7 de novembro de 2015

Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar, deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar (...)

De janeiro a janeiro
Nando Reis 

Nenhum comentário:

Postar um comentário