segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

difícil dizer alguma coisa
qualquer coisa...

...
pra que mentir, fingir que perdoou
ficar amigos sem rancor...
a emoção acabou...
a nossa música nunca mais tocou...
pra que usar de tanta educação...
pra destilar terceiras intenções...
entre os meus inimigos beija-flor
eu protegi seu nome por amor...
não responda nunca meu amor...

prendia o choro e aguava o bom do amor!

(palavras perdidas na madrugada com Cazuza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário