domingo, 9 de novembro de 2014

aquela maneira de olhar
as mãos que tremem
e tudo passa tão rápido
mas as madrugadas são lentas
e vão mais além... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário