segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.

Clarice Lispector

Nenhum comentário:

Postar um comentário